Grafopsicologia do Crime, Violência e Drogas- Rio de Janeiro (RJ)



PROGRAMA:

DEPENDÊNCIAS QUÍMICAS E ESCRITA - Palestrante: Antonello Pizzi (Itália). A palestra será em português.

Apresentação de casos em que são identificadas ocorrências típicas das constantes gráficas da dependência química. Algumas substâncias químicas, especificamente, drogas e álcool, alteram os processos bioquímicos e metabólicos do organismo e, consequentemente abalam a produção gráfica.

CRIME E VIOLÊNCIA - reconhecendo os signos gráficos. Palestrante - Elisabeth Romar (Brasil).
Apresentação de casos com escritas de assassinos pertencentes à classe alta. São casos em que a predisposição ao ato criminal, revelada no conjunto de traços gráficos, nos leva a um perfil com tendências a violência e ao desenvolvimento de atitudes do tipo criminal. 

A grafopsicologia pode ser utilizada para identificar possíveis perfis criminais, tendo como base a identificação dos traços grafoescriturais de agressividade, violência, mentira, tendências ao uso de drogas, carências afetivas, psicopatia, enfermidades mentais, desenvolvimento de atitudes do tipo criminal, pedofilia, agressividade sexual, entre outros. As vítimas também possuem marcas em sua escrita, tais como as de estresse pós-traumático, depressão, episódios dissociativos, acentuado rebaixamento da autoestima, síndrome do pânico, dificuldades interpessoais, etc.

A grafopsicologia estuda a etiologia do delito e dá as respostas técnicas periciais a respeito da produção deste. Utilizada com frequência em alguns países da Europa e Estados Unidos nas áreas judicial, forense, serviços de inteligência e unidades policias de elite para auxiliar e concluir as investigações sobre delinquência, homicídio, suicídio, drogadição e assassinos seriais.


Inscrição com desconto até o dia 25 de março.

Academia Internacional de Estudos Grafológicos
BRASIL, 22795070 Rio de Janeiro

Sábado, 25 de junho
às 9:30 - 17:00 


Vagas limitadas.


MAIS INFORMAÇÕES  (CLIQUE)

Mini currículo dos palestrantes:

Antonello Pizzi: Diplomado em Ciências Sociais e Políticas, com Master em Seleção de Pessoal pela Universidade de Milão, Master em Psicologia da Escrita e Grafologia Forense pelo '"Istituto di Indagini Psicologiche" do Milan. Professor de Psicologia da Escrita na Itália e Suíça, participa de congressos nacionais e internacionais na Espanha, México, Brasil, Chile, Argentina, Suíça e Alemanha.
Autor do livro "Psicologia della Scrittura - Grafologia interpretazione di Segni e tendenze de linguaggio scritto ", é presidente da Associazione Internazionale di Psicologia della Scrittura: www.psicologiadellascrittura.org. Antonello nasceu e vive na Itália, fala fluentemente francês, alemão, espanhol, português e inglês.

Elisabeth Romar: Brasileira, Grafóloga, Pesquisadora, Diretora da Academia Internacional de Estudos Grafológicos, Membro da Associazione Internazionale di Psicologia della Scrittura, Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Grafologia (Sobrag) e do Círculo de Estudos Grafológicos, Perito Grafotécnico, Presidente do Colégio Brasileiro de Professores de Grafologia (2012-2014) . Economista com MBA pela PUC – IAG - RJ em Finanças Corporativas e Marketing. Palestrante em Empresas, Universidades e Congressos Nacionais e Internacionais (Itália, México, Argentina, Chile e Espanha).
Autora do livro "Las Inteligencias Múltiples y la Vocación en Grafología”, ministra cursos e realiza perfis na área de Recursos Humanos, Criminal e de Riscos, Orientação e Reorientação Vocacional e Profissional. 

Apoio das instituições:

Colégio de Graduados em Grafologia da Argentina
Asociación de Grafólogos Oficiales de la República Argentina
Instituto Superior Emerson – Argentina – Adriana Ziliotto
Sociedade de Grafologia e Grafoterapia do Brasil – Paulo Camargo
Rio Graffo – Regina Swartzman
Adriana Assad Cursos
Grafonauta – Paulo Sergio de Camargo