As Emoções de uma Ameaça Real- Massacre de Realengo

2ª Edição Revista e Atualizada.

 Muitos acreditam que raiva é a emoção mais perigosa, mas Nojo é a linguagem do ódio [..]

Em tempos o Dr David Matsumoto, Hyisung Hwang e Mark G. Frank realizaram  pesquisas predominantes sobre a expressão das emoções. Análises de líderes de grupos terroristas em seus discursos, dizendo sobre seus futuros ataques e com isso, tiraram conclusões em termos de estudos de que as expressões predominantes dos grupos era Raiva, Nojo e Desprezo. Segundo isso, essas emoções podem prever quando algum grupo vai realmente cometer um ato de terrorismo. Sempre essas três emoções conforme tempos antes do acontecer de um ato, ficara amplamente mais visível na expressão facial de grupos que atacaram, enquanto os grupos que não atacaram, essas expressões foram basicamente diminuindo. Motivando anteceder agressão podemos dizer que estas emoções principais de Raiva, Nojo e Desprezo, são um alvo principal para ficarmos atentos a qualquer sinal de que uma agressão ou um eminente ataque pode acontecer. 

Um Exemplo desse fato é Osama Bim Laden. Em diversas vezes em seus discursos sobre ameaças e ataques, demonstra de forma clara sua expressão facial.



Elevador do Lábio Superior Contraído, expressão de Nojo, Aversão e sua tensão muscular facial mostra-nos uma micro expressão de Raiva. Muitos acreditam que raiva é a emoção mais perigosa, mas Nojo é a linguagem do ódio. Enquanto Hitler falava dos Judeus, a emoção predominante sempre era Raiva e Nojo. Bim Laden Sempre em suas ameaças demonstra as mesmas emoções. 

Sabemos que a indagação é verdadeira, pois quando vemos alguém que não nos é agradável realmente e que costumamos dizer que a "odiamos", a emoção que demonstramos de imediato não é raiva. O primeiro ato é franzir o nariz demonstrando Nojo, Desgosto e Aversão; a linguagem do ódio.

Outro Exemplo clássico é o assassino Wellington Menezes que matou uma série de crianças na escola Tasso da Silveira em Realengo. Nos vídeos de ameaças a emoção predominante sempre era Raiva, Nojo e Desprezo. 

Neste vídeo várias micro expressões de Raiva em sua tensão muscular facial, Nojo e Desgosto na contração do elevador do lábio superior. 



Na primeira fotografia ele contrai o depressor do ângulo da boca (Desprezo). Na segunda, ele contrai o elevador do lábio superior (Nojo, Desgosto- A linguagem do ódio). Na Terceira quando começa a falar sobre suas ameaças e sobre os alunos que eram caçoados, sua tensão muscular parte para Raiva. 

Neste outro vídeo, suas emoções são bem mais evidentes. Percebam as várias expressões de Desprezo que Wellington realiza ao falar dos abusos que sofria. Repare também em sua tensão facial a Raiva e o Desgosto. Essas emoções também são expressas na inflexão e no tom vocal enquanto ele descreve suas palavras. Uma congruência perfeita de linguagem verbal e não verbal.


Esses indicativos de ameaça real durante o tempo, pode tanto como ficar mais evidente como desaparecer, o que pode ser interpretado como um possível ataque real, ou como sendo somente uma encenação. Esses indicativos não define realmente se algo irá ocorrer, mas por precaução devem ser levados sempre a sério e ficar na espreita. Outro exemplo clássico que já citei por várias vezes sobre um eminente ataque, é a expressão de raiva extrema e intensão de ataque.


Estes eventos reais são comentados também na série Lie to Me na primeira temporada. Sobrancelhas arqueadas (baixas e juntas), elevação da pálpebra superior, tensão abaixo dos olhos. Se alguém está prestes a cometer um ato premeditado de violência. Essa expressão que irá ser vista. 

Na primeira coluna, uma menina prestes a atirar em sua professora em Nevada, na segunda um homem prestes a atirar no prefeito de Cali. E a terceira, um separatista basco, entrando em um ônibus com 9 kl de explosivos no peito. 

Assim bem como as expressões emotivas de Bim Laden, Wellington, Hitler e vários outros ameaçadores demonstraram, pessoas perto de você pode demonstrar.

Bruno Santos da Silva 
Especialista em Linguagem Corporal e Micro Expressões

Um comentário:

  1. Muito bom... seus artigos sao bem esclarecedores

    ResponderExcluir

Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, termos agressivos, propaganda comercial, ou comentários desnecessários sem conteúdo. Para o envio de mensagens pessoais para o autor, utilize o e-mail. Caso haja erro no processamento na página ou vídeo com a análise ou artigo, deixe seu comentário para manutenção imediata.