O prazer Profundo do Mentiroso- Duping Delight

2ª Edição Revista e Atualizada.


O duping Delight (Expressão inglesa) do Prazer Profundo, é a satisfação que um mentiroso manifesta após ver que sua mentira foi bem sucedida e bem elaborada. O prazer profundo aparece em uma fração de segundo no canto dos lábios, ou pode ser visto aparente pela tensão muscular da face de prazer ao terminar uma mentira bem sucedida, e ver que seus ouvintes acreditaram. 

Na primeira foto, vemos o Ex Presidente Fernando Collor de Mello em seu discurso para defesa de executivos que queriam tira-lo do poder. O Duping Delight é expressivo em uma fração de segundo no final de seu discurso. Ele nota que sua mentira foi bem articulada.

  

Bill Clinton, em seu pronunciamento sobre o caso em que foi acusado de ter tido relações sexuais com a estagiária Mônica Lewiski. O Duping Delight se manifesta em seu rosto após ser aplaudido pelo público. Veja no vídeo abaixo, outro sinal de sua mentira quando ele nega ter mantido relações sexuais com a estagiária. Seus olhos apontam para um lado, enquanto seu dedo para outro, acontece quando mentimos, e se chama falta de sincronia. A mente trabalha tanto que o corpo perde a sincronia e ele não mede a velocidade da inflexão da voz, com a velocidade do gestual do dedo, que é evidente de forma mecânica. Perceba também a maneira de como ele nega. Esse tipo de negação enfática com estresse em cada palavra, também é um grande sinal de forte mentira.


O Duping Delight também pode ser percebido como um sorriso unilateral, uma mistura de desprezo, satisfação e alegria que se manifesta na face após uma mentira bem articulada onde o autor percebe que foi ótimo em sua encenação. 

É o Profundo Prazer do mentiroso. Abaixo a foto do anúncio do veredito do julgamento de Casey nos Estados Unidos. Ela era acusada de assassinato da filha de dois anos que morreu sufocada com fita adesiva. O caso foi notório em todo país.


Após o anúncio em que foi inocentada, seu advogado, José Baez tenta disfarçar o Duping Delight abaixando a cabeça. Mais uma vez aquele sorrisinho de satisfação secreta se manifesta.


No programa da Fátima Bernardes no ano de 2012. Três pessoas foram solicitadas a mentir dizendo que era o autor da vinheta do plantão da globo, eles foram filmados e em seguida foram ao ar, e o público teria que descobrir quem era o mentiroso. Dessas três pessoas, perceba que o Duping Delight é expressivo nos dois últimos. E apenas o primeiro não tem o sorriso de satisfação. A maioria das pessoas que tentaram descobrir erraram.


A Série Lie to Me, também trata do Duping Delight em sua primeira temporada no quarto episódio. Quando um coreano fora suspeito de atirar no filho do embaixador. Ao ser acusado, o Duping Delith se manifesta, dando os indícios de que a sua artimanha de fazer com que acreditassem que fora ele, havia dado certo. Porém, descobriram sua farsa, e puderam mudar o rumo da investigação. 

O Duping Delight deveria ser reconhecido e estudado por todos. Imagino que muitos já passaram pela situação do Duping Delight quando fora enganado por alguém que posteriormente tirou proveito da situação. A menos que a pessoa seja um sociopata por completo. O sorrisinho do prazer em mentir é bem evidente e sempre estará presente na humanidade de forma bastante aperfeiçoada.

Bruno Santos da Silva 
Especialista em Linguagem Corporal e Micro Expressões

2 comentários:

  1. muito interessante! é fascinante ...

    ResponderExcluir
  2. Sérgio dos Santos24 de março de 2013 11:20

    Perfeitos artigos Bruno... está de parabens

    ResponderExcluir

Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, termos agressivos, propaganda comercial, ou comentários desnecessários sem conteúdo. Para o envio de mensagens pessoais para o autor, utilize o e-mail. Caso haja erro no processamento na página ou vídeo com a análise ou artigo, deixe seu comentário para manutenção imediata.